PERFIL DA PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA AMERICANA AO LONGO DA HISTÓRIA

Por: Rebecca Cirya

Formação da Indústria de Cinema Americana

Depois da criação de todos os equipamentos que possibilitaram a visualização de filmes (cinetóscopio, biógrafo “um projetor”, vitascópio) os filmes puderam ser vistos nos vaudeviles (filmes de atrações). Os vaudeviles serviram para popularizar os filmes. Posteriormente apareceram empreendedores que construíram lugares onde a única atração fosse, de fato, os filmes, esses lugares eram chamados de Nickelodeons (podem ser considerados os primeiros cinemas). Muitos dos futuros produtores dos grandes estúdios eram donos de Nickelodeons.

Surgiram na década de 1910 empresas que distribuíram filmes, mas essas empresas logo viram que era mas vantajoso controlar todo o processo da cadeia produtiva (produção, distribuição e exibição). A Paramount só possuía o controle da produção e distribuição e se sentia bastante prejudicada, por isso Zukor um dos Chefes da empresa teve a ideia de vender filmes por lotes, explorando bastante o Star System, pois quem quisesse exibir os filmes de grandes estrelas que estavam vinculadas a Paramount tinham de comprar juntamente os outros filmes. As empresas grandes foram destruindo as pequenas e no início da década de 30 as 5 grandes companhias eram a Warner Bros, Paramount, Metro-Goldwin-Mayer (MGM), Radio-Keith-Orpheum ( RKO) e 20th Century Fox.

A primeira Guerra favoreceu o desenvolvimento da indústria cinematográfica americana já que os europeus não tinham condições de produzir. Além de alimentar o mercado interno os EUA passaram a ser os grandes exportadores de filmes para Ásia, África e América Latina. Todas as companhais se mudaram para o subúrbio de Los Angeles porque era o lugar mais viável: dias de sol durante quase todo ano e topografia variada..

Perfil da Produção na Era dos Estúdios

Os 5 grandes estúdios tinham determinadas características e personalidades que diferenciavam seus produtos dos demais estúdios. A Warner Bros diferenciou seu produto com êxito devido a introdução do som, produziam filmes com o máximo de economia, seus filmes eram voltados para classes populares, destacavam-se dramas sociais e criminais (Inimigo Publico, 1931 e O fugitivo, 1932), outros filmes que marcaram a produção da Warner foram o musicais de bastidores. A MGM produzia filmes mais elaborados, luxuosos, com iluminação difusa, cenários grandiosos, tinham muitas estrelas vinculadas ao estúdio, produziam adaptações literárias e filmes família, seus filmes eram mais voltados para a classe média americana. A Paramount era o estúdio mais europeu, contava com técnicos europeus, principalmente alemães, o visual de seus filmes eram sofisticados e

visualmente ornamentados, as produções de maior importância foram as operetas e as comédias de costumes do diretor Ernest Lubitsch. A 20th Century-Fox era o estúdio que tinha uma paixão pela América, pelo seu passado, pelas pequenas vilas, o idealismo e passadismo eram as fontes de riqueza do estúdio, seus filmes traziam temáticas de heróis e prezavam pelos valores tradicionais americanos. A RKO não tinha um padrão bem definido de estilística , pois seus chefes de produção mudavam constantemente, a grande característica da RKO era a diversidade e criatividade, Cidadão Kane e King Kong foram algumas das suas produções, o estúdio também produziu comédias musicais estreladas principalmente por Fred Astaire e Ginger Rogers, esses filmes tinham cenários modernistas e uso inovador das danças.

Os pequenos estúdios também tinham padrões de produção. A Universal dedicou-se a produção de baixo orçamento e produziu principalmente dramas do diretor John M. Stahl e filmes de horror/fantasia inspirados no expressionismo alemão, produzindo filmes como: Drácula e Frankenstein. O principal produto da Columbia era o filme B e teve grande sucesso as comédias de Frank Capra, comédias conhecidas por serem excêntricas, personagens extravagantes, diálogos espirituosos e manifestarem o otimismo do New Deal. Temas bem propícios para o período da depressão.

As produções classe A dos grandes estúdios dividiam-sem em: superspecials, specials e programmers. Os superspecials eram filmes de prestígio que contavam com grandes estrelas, com orçamento alto e tempo super a duas horas. Os specials eram filmes que também possuíam astros importantes e que as histórias já tinham sido testadas e aceitas pelo público, os orçamentos eram menores que os filmes superspecials e seu tempo de duração oscilavam ente 80 e 90 minutos. Os programmers eram filmes com os menores orçamentos as histórias eram originais e podiam ou não contar com grandes atores e tinham duração entre 60 e 80 minutos.

A produção de filmes B representavam a metade ou mais de toda a produção anual das grandes companhias. Eles tinham tempo de duração entre 55 e 70 minutos e serviam para satisfazer as necessidades de exibição e amortizar as despesas gerais, serviam também para treinar e testar novos taletos. Independente da qualidade os filmes B tinham exibição garantida, pois os estúdios já vendiam o pacote, filmes A e B juntos. A política de preços é que eram diferenciadas. Os filmes A eles ganhavam em porcentagem em relação à bilheteria e os de filme B era um aluguel, um preço fixo.

Perfil da Produção Atual

Hollywood a partir da década de 1950 passou a ser controlada por grandes conglomerados de mídia e comunicação isso significou que esses grandes companhias não dependiam apenas de um único

produto (o filme) para obter lucro, pois possuíam uma enorme variação de produtos e serviços de entretenimento como: jornais, revistas, redes de televisão e produtos audiovisuais, sites, jogos e parques temáticos. É a chamada “fase da diversificação da indústria”. Foi na década de 1980, na corrida da fusões que as empresas de Hollywood ficaram atrativas, foi uma época de privatizações, desregulamentação, desenvolvimento tecnológico.

Atualmente grande parte dos filmes são produzidos fora de Los Angeles, as coproduções aumentaram significativamente. São vários fatores que levam as empresas de Hollywood a fazerem filmes em parceria com outros países: incetivos fiscais, baixo preço de mão de obra, além de desenvolver a indústria local do país.

Hoje Hollywood está preocupada com a concorrência dos outros países e para manter sua hegemonia suas produções possuem roteiros que agradam diversas faixas etárias, filmes de família, super-heróis/ ação. Produções que tenham a participação de atores, atrizes ou diretores famosos também são requisitos para o sucesso de uma produção. E mesmo assim os filmes correm o risco de serem rejeitados pelos espectadores.

Falar de produção independente é muito complicado, primeiro porque a maior parte dos filmes independentes são produzidos por alguma subsidiária das grandes companhias, e quando não são produzidos por essas subsidiárias eles terão, de qualquer forma, que se atrelar a elas para que possam ser distribuídos.

Desde a consolidação da indústria de Cinema Americana sua maior preocupação foi com os lucros. Portanto as produtoras realizavam filmes que o público gostasse e durante esse tempo o gosto do público variou bastante. Com o advento do som no final da década de 1920 os filmes musicais eram os mais requisitados pelos espectadores, eram os famosos “ all talking, all singing, all dancing”, os filmes de western também tiveram a sua fase, principalmente os estrelados por John Wayne, dentre outras preferências do público no decorrer do século XX. Nos últimos anos o gosto do público é sem dúvidas os filmes de ação, os que fizerem maior sucesso no ano de 2013 foram: O Homem de Ferro 3, Meu Malvado Favorito 2, Universidade Monstros, Velozes e Furiosos 6, Jogos Vorazes: em chamas. A maioria era continuação, mostrando que esses filmes que tem sequências também são o atual alvo da produção de Hollywood.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s